A Very Potter Musical Brasil estreia e emociona público

Uma das atrações mais aguardadas da PotterCon 2017 foi a estreia do espetáculo musical A Very Potter Musical Brasil. A estreia da peça, de mais de duas horas e meia de duração, aconteceu no sábado, dia 22. No domingo, dia 23, foi feita uma uma segunda apresentação.

A montagem foi encenada por um grupo de profissionais, composto por atores, cantores e dançarinos que tinham algo em comum: a paixão por Harry Potter. A Very Potter Musical Brasil é uma adaptação brasileira de três musicais-paródias, montados por alunos da Universidade de Michigan, que fizeram grande sucesso nos Estados Unidos. A diretora geral do espetáculo, Danielle Salmória, justificou a escolha pela temática do musical. “Somos artistas, mas também leitores assíduos e, sim, fãs. Assim, este trabalho é, acima de tudo, uma homenagem à história que já levou alento, força, diversão e magia a tantos de nós”, disse Danielle.

Durante todo o tempo de exibição, A Very Potter Musical Brasil prendeu os espectadores, arrancando sorrisos (e gargalhadas) e lágrimas dos potterheads presentes. A montagem tem a ousadia de apresentar um compilado dos melhores momentos da saga, com bastante humor e não levando as coisas tão a sério. E faz isso com maestria. Em nenhum momento a peça fica maçante ou se perde na cronologia. São apresentados mini-flashbacks gigantes, para justificar a linha temporal, um bom recurso se tratando de tantas histórias.

Para se aproximar do público (ainda mais), o espetáculo trouxe muitas referências ao mundo contemporâneo. Logo no início, tivemos piadas com Nanicolina, passando para o fanatismo por Jon Snow (temos certeza que você vai rir muito disso), citando os Demogorgons e chegando a frases e acontecimentos do cotidiano do público-alvo, como os matchs no Tinder e frases como “Fazer Origami com o papel de trouxa”. Tivemos até uma manifestação feminista de Hermione, apoiada pela plateia, que foi ao delírio.

A grande maioria dos personagens agrada o público. Pontos para Felipe Assis Brasil, que interpreta Harry Potter, Danielle Salmória, como Hermione, Gabriel Reis, como Voldemort e Joceli Guedes como Snape. Único papel que deixou a desejar, na visão dos fãs, foi de Rony Weasley. Tivemos um bruxo ruivo que tentou ser descolado e por vezes ficou abobado. Uma pena.

Em determinada cena, vemos até uma certa crítica bem humorada à saga. Rita Skeeter brinca que essa história vai fazer muitos trouxas (os não bruxos, obviamente) gostarem da ideia e vão consumir muito sobre toda a série. Uma grande verdade.

O Musical é feito por fãs e para fãs. Quem não é potterhead pode não entender as referências e por vezes pode achar bobo. Mas se você tem a mesma paixão que nós pela série, a Vigília indica: vá assistir! A Very Potter Musical Brasil tem sua próxima apresentação marcada para o dia 30 de setembro, às 20h, no Teatro do CIEE. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site Ingresso Rápido

  • Nathalia

    Discordo da opinião sobre o Rony, foi um dos meus favoritos, junto com o Draco e o Snape.